Publicado em 07 de Novembro de 2016

MATA SUL: QUADRILHA TROCA TIROS COM A PM APÓS ASSALTO, DOIS BANDIDOS MORRERAM

De acordo com a Polícia Militar, os elementos haviam acabado de praticarem um assalto a um vigilante na manhã de sábado

troca-de-tiros-sDois bandidos morreram e dois foram presos após uma intensa troca de tiros com policiais na cidade de São José da Coroa Grande, Mata Sul pernambucana. De acordo com a Polícia Militar, os elementos haviam acabado de praticarem um assalto a um vigilante na manhã de sábado (5/11), as margens da Rodovia PE-60, onde teriam roubado dele um colete a prova de bala e uma moto e ainda haviam efetuado disparos de arma de fogo. Os quatro bandidos que participaram do assalto fugiram numa motocicleta Bros 150 de cor preta pertencente ao vigilante, sentido a cidade de São José da Coroa Grande, sendo que no percurso foram acompanhados pelas guarnições, porém desobedeceram às ordens de parada e iniciaram uma troca de tiros, onde dois deles foram a óbito, o Anderson Oliveira da Silva, de 20 anos, vulgo “Zula” e, Antônio Braga dos Santos Lindoso, vulgo “Buguinho”, ambos moradores de São José da Coroa Grande/PE.

mortos-em-troca-de-tiros-smotos-troca-de-tiros-com-policiaAinda segundo a polícia, os outros dois tentaram fugir após a intensa troca de tiros, mas foram alcançados e se renderam, sendo preso em flagrante o Edvaldo Isaias Lourenço, 28 anos, vulgo “Doido” e, Felipe Neto da Silva, de 19, também moradores de São José da Coroa Grande.

armas-apreendidas-sCom a quadrilha foram apreendidos dois revólveres de calibre 38, duas espingardas de calibre 12, toucas ninjas e máscaras, além de várias munições. Também foram apreendidos os objetos roubados do vigilante, um cassetete, o colete aprova de bala e a motocicleta.

presos-spreso-armas-apreendidas-sA quadrilha era bastante temida na região. As máscaras usadas por eles foram reconhecidas em práticas de homicídios e assalto naquela área, também eles eram suspeitos de tráfico de droga. Os quatro elementos tinham passagem pela polícia por roubo, tráfico e suspeita de homicídio. O zula estava com Mandado de Prisão em aberto.

Em depoimento a policias, os presos teriam confessado que estavam se armado para praticarem uma chacina na cidade contra uma quadrilha rival.

Os envolvidos foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de plantão em Tamandaré/PE.

 

fonte:agreste