Publicado em 06 de Julho de 2017

Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco a partir de segunda

Nova regra da Febraban começará a valer gradualmente.

Serviço será liberado progressivamente / Foto: Priscilla Buhr/Acervo JC Imagem

Serviço será liberado progressivamente
Foto: Priscilla Buhr/Acervo JC Imagem
Da editoria de economia

Começa a valer nesta segunda-feira (10) a nova plataforma da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) que permitirá o pagamento de boletos vencidos em qualquer agência bancária, caixa eletrônica ou via internet banking. Atualmente, o consumidor precisa se comunicar diretamente com a instituição emissora para corrigir o valor do documento com juros e multas cabíveis e, então, realizar o pagamento. 

A medida será implantada progressivamente. Neste primeiro momento, a medida vale apenas para valores a partir de R$ 50 mil. Já a partir de 11 de setembro próximo, poderão ser pagos valores iguais ou acima de R$ 2 mil. Para boletos iguais ou acima de R$ 500, o novo recurso só estará valendo em 9 de outubro próximo. No caso dos débitos iguais ou acima de R$ 200, a data será a partir de 13 de novembro. Para concluir a implantação da Nova Plataforma de Boletos e Pagamentos,  a partir de 11 de dezembro deste ano, qualquer valor poderá ser pago.

 A expectativa da Febraban é que a nova plataforma modernize o sistema de pagamentos e ofereça mais segurança e agilidade para os consumidores. As taxas de juros devido ao atraso serão calculadas de forma automática pelo banco.

Paralelamente, os bancos não receberão mais boletos sem o CPF/CNPJ do pagador. Os clientes que operam na modalidade sem registro serão contatados pelo banco de relacionamento para fazerem registro de seus boletos.

A Febraban alertou que o consumidor deverá informar seu CPF/CNPJ para a empresa emissora do boleto. Já o boleto físico continuará existindo de forma normal, com exceção se o pagador estiver cadastrado no DDA - Débito Direto Autorizado como pagador eletrônico. Caso o consumidor não esteja cadastrado como pagador eletrônico, este continuará a receber o documento físico.

Jc Online