Publicado em 10 de Outubro de 2017

Programa beneficia mulheres de 60 municípios com emissão gratuita de documentos

Documentos disponíveis para emissão são registro de identidade, certidão de nascimento, óbito ou casamento, inclusive segundas vias

Por: Portal FolhaPE

Documentos
DocumentosFoto: Divulgação

O termo de cooperação técnica do programa Nenhuma Pernambucana sem Documento foi assinado nesta segunda-feira (9) às 9h, na sede da Secretaria da Mulher de Pernambuco. O projeto, que está na 8ª edição, vai passar por 60 municípios e fará gratuitamente a emissão de 12 mil documentos civis para mulheres e seus filhos, até a primeira semana de março de 2018. 

Além disso, cursos serão disponibilizados, pela SecMulher, para preparar cerca de 1.800 novas educadoras sociais. No dia 11 de setembro foram iniciadas as emissões e os cursos de formação nos municípios de Exu, Bodocó, Ipubi, Araripina e Ouricuri. Os documentos disponíveis para emissão são registro de identidade, certidão de nascimento, óbito ou casamento, inclusive segundas vias. 

As mulheres que necessitam emitir algum dos documentos deverão ir à coordenadoria da mulher do seu município. Educadoras sociais estarão presentes e conscientizaram as mulheres sobre a importância desses documentos. 

Em edições anteriores, o programa forneceu 85.204 documentos e capacitou 10.062 mulheres. Para o município ser beneficiado com essa ação, é necessário ter recebido o projeto uma vez, possuir um grande número de mulheres sem documentação, ter baixo índice de Desenvolvimento Humano (IDHM), possuir Organismos Municipais de Políticas para as mulheres e também ter o projeto Canto Mãe Coruja. 

A SecMulher vai ceder cursos de sociopolítica, e debater diversos temas como questão de gênero, cidadania e violência doméstica. A Secretária Estadual da Mulher, Silvia Costa, retomou o programa e afirma que é um processo de empoderamento da mulher. “Esse projeto significa da visibilidade às mulheres, a gente prepara essas mulheres para a cidadania”, afirma Silvia. 

Na assinatura estiveram presentes a secretária Estadual da Mulher, Silvia Cordeiro, o diretor do Instituto de Terras e Reformas Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio, os secretários da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), Antônio de Pádua (SDS), Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), Pedro Eurico, o delegado da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD), Rodrigo Chaves e a diretora do Programa Mãe Coruja, Carolina Romeira. A SecMulher fica na Rua Cais do Apolo no. 222, 5º. Andar – Bairro do Recife.